Meu filho saiu de casa. E agora?

Meu filho saiu de casa. E agora?

Meu filho saiu de casa há pouco mais de um mês. Eita, que saudade.

Taí uma situação que pode acontecer com qualquer um depois que os anos se passam: os filhos saem de casa.

Essa é a chamada – e tão temida – síndrome do ninho vazio. De repente nos vemos sozinhos (ou pelo menos achamos que estamos).

A síndrome do ninho vazio é caracterizada por um sofrimento excessivo associado à perda do papel da função dos pais, com a saída dos filhos de casa, quando vão estudar fora, quando casam ou vão viver sozinhos.

Esse é um momento delicado e de difícil adaptação, podendo trazer à tona sintomas como: depressão, distúrbios do sono, melancolia, distúrbios alimentares, diminuição da libido, raiva, dentre outros.

No início é mais difícil mesmo. Passamos em frente ao quarto, sentimos falta do barulho, e até da bagunça.

Mas pensa comigo, esse é o ciclo natural da vida, faz parte de saber que os filhos estão preparados para poder seguir o próprio caminho que nós, com muito orgulho e empenho, ajudamos a trilhar.

“Todos precisamos de asas pra voar e ninho pra voltar”

Argeu Ribeiro

Nossa parte foi feita, foi alcançada. nunca deixaremos de ser pais, então que essa seja a hora de nos voltarmos para dentro e cuidarmos mais de nós.

Aproveita então pra fazer aquele o curso que sempre quis, fazer aquela viagem, se exercitar já que tem um tempinho ai sobrando.

Chega da fase de “eu tenho que isso, eu tenho que aquilo”. Você não tem mais QUE nada. Seu compromisso agora é com você. Você TEM QUE se preocupar em ser feliz. Seja feliz.

Já que passou essa fase, volte-se para você, se reconecte e descubra coisas novas.

E se lembre que eles sempre serão seus filhos. Não se sinta sozinha e nem abandonada.

Caso se sinta, estamos por aqui. Meu filho saiu de casa e eu sei exatamente como você está se sentindo.

Que tal compartilhar essa mensagem com alguém que precise ler isso?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.